segunda-feira, 1 de junho de 2009

Beleza e Percepção

Se um grande músico faz uma grande apresentação, mas não é ouvido, foi realmente uma grande apresentação?

Esse é um velho debate epistemológico, mais velho, na verdade, do que o koan sobre a árvore na floresta. Platão meditou sobre ele, e outros filósofos por dois milênios depois:

- O que é beleza? É um fato mensurável (Gottfried Leibniz), ou apenas uma opinião (David Hume), ou é um pouco de cada, colorido pelo estado de espírito do observador (Immanuel Kant)?

Se for para nos basearmos nesta experiencia (vídeo abaixo) realizada pelo jornalista Gene Weingarten autor deste texto acima e publicado no jornal Washington Post a resposta parece estar com Kant. Talvez, acrescentando que o contexto interfere no estado de espírito.


Violinista famoso toca violino em estação do metrô sem ser reconhecido e devidamente apreciado. O contexto faz a diferença?

Stats

Stat