quarta-feira, 30 de setembro de 2009

50 lições de vida

Regina Brett é uma jornalista que ao fazer 45 anos escreveu uma coluna com 45 lições que a vida lhe ensinou. Foi sua coluna mais lida e rodou a web. Ao completar 50 anos ela acrescentou mais 5. Alguns exemplos:
  • O que as outras pessoas pensam de você não é da sua conta.
  • Quando estiver em dúvida, apenas dê o próximo pequeno passo.
  • Não se leve tão a sério. Ninguém mais o faz.
  • Exceda-se nos preparativos, e então se deixe levar pela onda.
O artigo original, com as 50 lições em inglês, está nesse link. E no Blog Brasil na Itália tem a tradução para o português.Vale à pena ser lido.

sábado, 26 de setembro de 2009

Perdoar 1 - O melhor pedido de desculpas

O melhor pedido de desculpas é direto e deve expressar arrependimento verdadeiro.
O pior é o enrolado e patentemente falso.
- O pedido tem de ser o mais curto possível, com as palavras perdão e desculpe. Quanto mais elaborados os termos, mais falso o pedido. Muita elaboração é retórica, que é o ato de enganar por excelência, ensina Roberto Romano, professor de ética e filosofia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).
Fonte: Veja

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Os rios voadores

Os rios voadores, que os cientistas estão estudando, são a imensa massa de vapor de água que paira sobre a copa das árvores, às vezes carregando um volume de água maior do que os próprios rios. Os rios voam - os povos da floresta sabiam tudo.

Blog Apiwtxa - Associação do Povo Ashaninka do Rio Amônia.

sábado, 12 de setembro de 2009

Preocupar-se, por que? II

Se o que te preocupa tem jeito,
por que te preocupas?

Se o que te preocupa não tem jeito,
então por que te preocupas?

Se sofres injustiças consola-te,
porque a verdadeira desgraça é cometê-las.

Pitágoras

Leia também Preocupar-se, por que? I


.

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

sábado, 5 de setembro de 2009

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Eu sou eu porque eu sou eu, e você é você porque você é você

Imagem do Blog Diletantismos 
Se eu sou eu porque você é você.
E você é você porque eu sou eu, então nem eu sou eu nem você é você.
Mas, se eu sou eu porque eu sou eu, e você é você porque você é você,
Então eu sou eu.
Você é você.
E nós podemos sentar e conversar.

Rabino de Kotzk mencionado pelo Rab Nilton Bonder neste discurso em 2001.
Paulo Blank, psicanalista e escritor também mencionou no Terra Magazine

Stats

Stat