sábado, 27 de junho de 2009

Barulho

O tambor faz muito barulho, mas é vazio por dentro.
Barão de Itararé

Ou, nesta versão: A carroça vazia é a que faz mais barulho.


sábado, 20 de junho de 2009

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Decisão x Erro

Algumas frases sobre decisão e erro, e seus autores:
  • O maior de todos os erros é não se fazer coisa alguma pelo fato de só se poder fazer pouco. Faça o que lhe for possível, de Sydney Smith.
  • Ninguém comete erro maior do que não fazer nada porque só pode fazer um pouco, de Edmund Burke.
  • A maior parte dos erros que cometemos não se deve às más decisões, mas às indecisões. Autor desconhecido.
  • O único modo de evitar os erros é adquirindo experiência... Mas a única maneira de adquirir experiência é cometendo erros, de Tomas Kiss Lutumba.
Mais sobre erros e acertos, vide aqui.

sábado, 13 de junho de 2009

o que é que eu posso fazer? - 1

Um dia, caçando borboletas, o velho cão, de repente, deu-se conta de que estava perdido.
Vagando a esmo, procurando o caminho de volta, o velho cão percebe que um jovem leopardo o viu e caminha em sua direção, com intenção de conseguir um bom almoço.

O cachorro velho pensa:
- Oh, oh! Estou mesmo enrascado! O que é que eu posso fazer?
Olhou à volta e viu ossos espalhados no chão por perto.

Em vez de apavorar-se mais ainda, o velho cão ajeita-se junto ao osso mais próximo, e começa a roê-lo, dando as costas ao predador. Quando o leopardo estava a ponto de dar o bote, o velho cachorro exclama bem alto:
- Cara, este leopardo estava delicioso ! Será que há outros por aí?

Ouvindo isso, o jovem leopardo, com um arrepio de terror, suspende seu ataque já quase começado, e se esgueira na direção das árvores.
-Caramba! Pensa o leopardo, essa foi por pouco! O velho vira-lata quase me pega!
Um macaco, numa árvore ali perto, viu toda a cena e logo imaginou como fazer bom uso do que vira: em troca de proteção para si, informaria ao predador que o vira-lata não havia comido leopardo algum...
E assim foi rápido, em direção ao leopardo.

Mas o velho cachorro o vê correndo na direção do predador em grande velocidade, e pensa:
- Aí tem coisa! O macaco logo alcança o felino, cochicha-lhe o que interessa e faz um acordo com o leopardo. O jovem leopardo fica furioso por ter sido feito de bobo, e diz:
- Aí, macaco! Suba nas minhas costas para você ver o que vai acontecer com aquele cachorro abusado!
Agora, o velho cachorro vê um leopardo furioso, vindo em sua direção, com um macaco nas costas, e pensa:
-E agora, o que é que eu posso fazer?

Mas, em vez de correr (pois sabe que suas velhas pernas doídas não o levariam longe...), o cachorro senta, mais uma vez dando as costas aos agressores, e fazendo de conta que ainda não os viu, e quando estavam perto o bastante para ouvi-lo, o velho cão diz:

- Cadê o safado daquele macaco? Estou com fome! Eu o mandei buscar outro leopardo para mim!.



quinta-feira, 11 de junho de 2009

Para quem se deve entregar a farinha?

Dá a farinha ao padeiro, mesmo que ele coma a metade. (Porque se entregas ao ferreiro pode ser que ele estrague toda ela sem fazer pão algum).

Provérbio Árabe. Encontrei uma citação quase igual nesta "prima" da Wikipedia, a Conscienciopedia, criada por Waldo Vieira.


Imagem do Blog Centro Escolar de Pedrógão Grande





segunda-feira, 1 de junho de 2009

Beleza e Percepção

Se um grande músico faz uma grande apresentação, mas não é ouvido, foi realmente uma grande apresentação?

Esse é um velho debate epistemológico, mais velho, na verdade, do que o koan sobre a árvore na floresta. Platão meditou sobre ele, e outros filósofos por dois milênios depois:

- O que é beleza? É um fato mensurável (Gottfried Leibniz), ou apenas uma opinião (David Hume), ou é um pouco de cada, colorido pelo estado de espírito do observador (Immanuel Kant)?

Se for para nos basearmos nesta experiencia (vídeo abaixo) realizada pelo jornalista Gene Weingarten autor deste texto acima e publicado no jornal Washington Post a resposta parece estar com Kant. Talvez, acrescentando que o contexto interfere no estado de espírito.


Violinista famoso toca violino em estação do metrô sem ser reconhecido e devidamente apreciado. O contexto faz a diferença?

Stats

Stat