sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

O que significa "a banalidade do mal"?

Hanna Arendt cunhou este termo que tem sido erroneamente explicado como o mal inerente em cada ser humano. Ela chegou a ele através de questionamentos como "O que precisa acontecer em uma sociedade para uma maioria de algum tipo transformar o mal em moralidade?". E, concluiu que o fardo da humanidade - que ao lado do abrangente Humanismo também desenvolveu outros "ismos" onde o "outro" é excluído, repousa sobre os ombros do indivíduo. Portanto, em sua obra Arendt reforçou o valor do pensamento, e da autocrítica, como ferramentas capazes de opor o ser humano à banalidade da ocasional moralidade da vez que justifica o mal. Ada Ushpiz, no Haaretz.

domingo, 25 de dezembro de 2016

domingo, 11 de dezembro de 2016

O que é "deliberate practice"?

Literalmente prática deliberada, ou seja treinar com um propósito, é praticar uma atividade altamente estruturada com o objetivo específico de melhorar o desempenho. Este termo foi cunhado por K. Anders Ericsson, autor do livro Peak - How to Master Almost anything (veja o vídeo abaixo!!!). Em essência, desloca a nossa percepção de talento para um novo paradigma: nosso limite depende do quanto perseveramos. Corbett Barr escreveu um bom artigo sobre o tema aqui.

Stats

Stat