sábado, 25 de setembro de 2010

O que é que distingue os milhares de anos de história do que nós pensamos como os tempos modernos?

A idéia revolucionária que define as fronteiras entre o passado, e os tempos modernos, é o domínio do risco (Gerenciamento de Riscos): a noção de que o futuro é mais do que o capricho dos deuses e que homens e mulheres não são passivos perante a natureza.
Peter L. Bernstein, no seu livro Desafio aos Deuses, A Fascinante História do Risco.




4 comentários:

  1. Primeiro, agradecer a tua visita.
    O risco de uma decisão errada é preferível ao terror da indecisão, Maimônides.

    Eu acho que, dentro desta fraze, está um dos grandes segrêdos do conhecimento.
    O mêdo, que antes, noutros têmpos pretéritos, apretava o coraçäo das pessôas, que faltas de conhecimentos, deixavam vôar a imaginaçäo...

    Hoje, o homen aprendeu que êle é dono da quase totalidad das coisas que estäo na sua vida.
    Por tanto o mêdo, näo têm lugar.
    É melhor errar que deixar-se levar...
    Um abraço.
    Peço perdäo se o meu português näo é täo bom como vecê merece.

    ResponderExcluir
  2. Olá Noé!
    Gostei muito do conceito do teu blogue: excelência de conteúdo.
    Obrigada pela visita e volta sempre.
    Bj

    ResponderExcluir
  3. Noé

    Obrigada por me visitares nos 7degraus, não
    escorregadios, mas mesmo assim, é necessário um certo cuidado.

    Eu tenho alguns medos, confesso!

    Mas os perco na totalidade, quando escrevo!
    Aí, a escrever eu sou mesmo Eu e os medos me abandonam - talvez os transmita aos poemas.
    Talvez...
    Excelência é o teu blogs e eu gosto dele!

    Maria Luísa

    ResponderExcluir
  4. Muitas visitas,
    mais idéias,
    todas bem quistas.

    ResponderExcluir

Stats

Stat